Bandeira do Egito    Bandeira do Brasil
Oremos pelo Brasil e pelo Egito







Pr. Ivo, em resumo...
Brasileiro, casado, tenho 2 filhos, 3 netos e 1 bisneta. Nasci em 14 de dezembro. Amo missões e intercessão. Tenho muitos anos de ministério e sou, pela graça de Deus, um Pastor.



acesso gratis


Google  
ELIM
 

Início do Blog: 15-11-2005


"Errais,
não conhecendo as Escrituras,
nem o poder de Deus."
(Jesus Cristo, em Mateus 22.29)







..::Meditação da Semana::..






..::Divulgue este Blog::..






..::Meu Award::..








..::EU ESTOU NO::..

Ivo Constancio

Criar seu atalho




..::Selos Comemorativos::..



Presente do Levi

Presente da Eliana

















..::Blogs Amigos::..




Link-me

Obrigada por me linkar

Jesus Freak

Image Hosted by ImageShack.us

Linke-me




..::Outros Blogs e Sites Amigos::..

Missões Portas Abertas
Site do Pr. Hugo Pinto(Portugal)



..::IMPORTANTE::..


Domingo da Igreja Perseguida





..::Awards Ganhos::..



Destaque do Amor, Perfeito Amor














Clique aqui e faça-nos uma visita!











Award do Meu Arco-Íris




..::Presentes dos Amigos::..




























Photobucket































 


..::Sobre o Blog::..
Imagens do Template:
À esquerda, Pr. Ivo com menino egípcio, nas 70 palmeiras, Egito, em setembro de 2004. À direita, mapa do Egito.

No ar desde
15/11/2005.


..::On-line::..


..::Visitantes::..





..::Arquivos::..

Ver mensagens anteriores



..::Powered By::..




..::Layout By::..




AGRADECIMENTO

Pessoal, quero agradecer os comentários vivificantes que enviaram!

Nesses anos, aprendi que a cada dia que vivemos nos tornamos diferentes, pois a soma e a intensidade das experiências que passamos torna isso possível - muito do que sei e sou, absorvi das pessoas que me rodeiam ou que conviveram comigo um dia. Aprendi também que a vida em comum não é fácil, mas tem recompensas... e que as realizações individuais são importantes e necessárias, porém as vitórias alcançadas em Grupo são muito mais gratificantes.

Sejam felizes!

Marcos Levi

(Acima Gif da Rosani: http://mundo_on_line.zip.net - Grato!) 

:: Escrito por Pr. Ivo Constancio, às 19h58.

:: Envie esta mensagem



PARABÉNS!

AO MARCOS LEVI, MEU FILHO!

Esta data me faz lembrar de tempos que deveriam ter sido curtidos por mim com mais atenção e cuidado para ter aproveitado melhor a sua chegada em nossa vida: eu e sua mãe. Contudo ainda tenho muitos motivos para agradecer a Deus por sua vida e pelo o que você é para mim,  principalmente por aquela expressão de amor e carinho que você e seus filhos revelaram por e-mail. Foi a mais preciosa coisa que recebi.
Obrigado Filhão! E parabéns por mais um aniversário.
Um beijão de teu Pai!... e inté mais...

:: Escrito por Pr. Ivo Constancio, às 07h47.

:: Envie esta mensagem



MISSÕES

(Continuação) 3a. parte:

3. PERMANENTES
Depois de focalizarmos os dois primeiros tipos de missionários, Eventuais e Temporários, tendo como exemplos os 4 leprosos de 2 Reis 7 e Ester em Ester 4. Vamos agora focalizar a terceira categoria que é: Missionários Permanentes.
Graças a Deus que em nossos dias cresce o número daqueles que definitivamente estão sendo chamados para tarefas permanentes. São homens e mulheres que não têm suas vidas por preciosas, e estão dispostos a cumprir qualquer tarefa conferida pelo Senhor, e o fazem com convicção, persistência e alegria. Não sei onde você, leitor amigo, está se enquadrando, mas oro e espero que você encontre o seu lugar, caso ainda não tenha, de serviço no Reino eterno do Senhor.
Falemos agora da terceira categoria. Dentre os missionários de chamada permanente, creio que não podíamos deixar de focalizar Paulo, o apóstolo. É claro que não vamos fazer uma biografia desse homem. Porém, queremos destacar algumas frases e pensamentos emitidos por ele e que se enquadram magistralmente em alguém que recebeu de Deus um ministério permanente.
Na sua conversão, ele apresentou-se ao Senhor com a seguinte frase: "Senhor, que queres que eu faça?"(Atos9.6) No seu testemunho diante do rei Agripa, ele declarou: "Pelo que, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial"(Atos 26.19). E no final da sua vida, ele pode dizer: "Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé"(2 Tim 4.7).
Desde de sua conversão e chamada, a qual ele relata em Atos 26.12-18, até a declaração de 2 Tm 4.7, Paulo foi num crescente em sua vida de serviço ao Senhor, pois em 1 Coríntios 15.58 ele declara: "Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor."
Em outras declarações podemos ver as várias faces do seu trabalho: Romanos 1.16; Romanos 1.14,15; 1 Coríntios 9.16.
E, finalmente, para fechar a vida de dedicação e serviço ao Senhor, eis mais esta declaração:
"Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha
carreira e o ministério que recebi do Senhor para testemunho do Evangelho da graça de Deus"
(Atos 20.24).

:: Escrito por Pr. Ivo Constancio, às 10h13.

:: Envie esta mensagem



MISSÕES


(Continuação) 2a. parte:

2. TEMPORÁRIOS
Dentre muitos destacamos a rainha Ester. Tudo indica que a sua escolha como rainha do Império Persa, não foi apenas por causa da sua extraordinária beleza e charme, mas Deus já a havia escolhido como sua missionária "para tal tempo".  Como lemos as palavras de Mardoqueu em Ester 4.14: "porque se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento doutra parte virá para os judeus mas tu e a casa de teu pai perecereis, e quem sabe se para tal tempo como este, chegaste a este reino?"
Mardoqueu era homem de fé, cuja firmeza, o fez resistir ao poderio do Primeiro-Ministro do Império: "O mau Hamã", que tomado de ódio, planejou o extermínio da raça judaica. E através de um engodo, levou o rei Assuero a decretar a morte de todos os judeus, sendo que para Mardoqueu ele preparou uma forca "especial. A determinação do rei já chegara a todas províncias do grande Império. Humanamente não havia mais jeito de evitar a matança dos judeus. Mardoqueu começa a jejuar e rasgando a roupa, veste-se de saco e cinza e vai para a frente do palácio (o que era proibido). Ele tinha plena consciência da situação, e usou os recursos espirituais que aprendera de Deus.
Ester notificada do procedimento de Mardoqueu, mandou um dos eunucos levar-lhe roupas para se cobrir. A resposta de Mardoqueu, esclarecendo a Ester o que ia acontecer com o seu povo e a advertência de que nem ela mesma escaparia do perigo da morte, a despertou para uma tomada de consciência e posição.
Abro aqui um parêntese para uma reflexão. Vemos aqui duas posições distintas: enquanto o crente Mardoqueu se conscientizava da situação e se afligia com ela, a crente Ester acomodava-se com a vida palaciana, com suas mordomias, ignorando o perigo que pairava sobre ela e seu povo. Quantos crentes temos hoje dentro das Igrejas iguais a Ester! Estão vivendo "como nos dias de Noé..." É tempo de sermos despertados. O perigo, a morte, a destruição ronda o mundo; ela já está decretada e bem próxima de nós. Porém, muitos estão vivendo como se tudo estivesse normal. Deus precisa de Mardoqueus ainda hoje, que se aflijam pela situação vigente e também alertem aos crentes "Ester" que parecem não ter consciência do que está para acontecer brevemente. Há um povo à beira do abismo, condenado à morte e muitos não percebem. Fecho parêntese.
Voltemos à nossa missionária "temporária". Ao conscientizar-se do perigo que cercava o seu povo, Ester se posicionou: "Então Ester disse que tornassem a dizer a Mardoqueu: vai e ajunta todos os judeus que se acham em Susã, e jejuai por mim, e não comais nem bebais por três dias, nem de dia nem de noite, e eu e as minhas moças também jejuaremos; e indo ter com o rei, ainda que não é segundo a lei; e, perecendo, pereço" (Et 4.15,16).
Agora a missionária Ester estava pronta para ser usada com poder pelo Senhor. Não tinha mais a sua vida por preciosa. Conforto, mordomia e vaidade desapareceram. Agora o seu ideal era só salvar o seu povo, dando a vida se preciso fosse.. O inimigo Hamã foi derrotado, o rei foi dobrado, Mardoqueu exaltado e o povo liberto da condenação. Quando você decide agir, Deus opera.
O trabalho de Ester, não só salvou o seu povo da destruição, mas com a repercussão do acontecimento, diz Ester 8.17b que "muitos entre os povos da terra, se fizeram judeus(se converteram) porque o temor dos judeus tinha caído sobre eles."
O envolvimento e a conscientização de Ester foi tão tremenda e profunda, que ela declarou diante do rei: "Por que como poderei ver o mal que sobrevirá ao meu povo? E como poderei ver a perdição da minha geração?"(Et 8.6)
Que o Espírito de Deus nos sensibilize dando a mesma visão e sentimento de Ester nesta desafiante declaração que se enquadra em nossos dias: "Como poderei ver a perdição da minha geração?"
(Continua)

:: Escrito por Pr. Ivo Constancio, às 08h57.

:: Envie esta mensagem



MISSÕES


1a. parte:

 TRÊS CATEGORIAS DE MISSIONÁRIOS:
EVENTUAIS, TEMPORÁRIOS E PERMANENTES

Ao examinarmos a Bíblia, sob o ponto de vista missionário, podemos dividir as três categorias bem delineadas através da história. Entendemos que Missões é uma obra diversificada. Dentro do programa de Deus, há tarefas para todos, eventuais, temporários e permanentes. Deus sempre usa pessoas disponíveis, consciente e inconscientemente, pois Ele é soberano.

1. EVENTUAIS
Dentro dessa categoria podemos considerar os quatro leprosos mencionados em 2 Reis 7.3-11.
Ao examinarmos os diálogos que fizeram e as atitudes que tomaram, tendo em vista as circunstâncias que ocorreram e também o momento, podemos concluir que o Espírito Santo os usou, colocando em suas mentes palavras práticas e de são juízo, que os levaram a sentir responsabilidade diante da bênção recebida. Não retiveram para si o grande achado, mas lembraram que havia ali bem perto deles uma cidade faminta e desesperadamente necessitada de socorro de socorro. Depois de comerem tudo o que tinham direito e de apossar-se de muitos valores que serviriam, talvez, até o fim da vida; de repente foram assaltados por pensamentos que transformaram suas vidas: "Disseram uns aos outros: Não fazemos bem; este dia é dia de boas notícias e nós nos calamos. Se esperarmos até a luz da manhã, algum castigo nos sobrevirá; vamos, pois, agora, e anunciemos à casa do rei."
A chamada desses missionários aconteceu eventualmente, isto é, Deus precisou de alguém para fazer aquela Obra em favor de um povo que perecia.
Elizeu, o missionário "permanente", profetizou o acontecimento (2 Reis 7.1). Mas Deus, através do Espírito Santo, comissionou aqueles leprosos para uma missão eventual. Nunca mais em parte alguma das Escrituras se faz referências àqueles homens, do extraordinário trabalho que fizeram, levando as boas novas de salvação ao seu povo faminto e oprimido.
Merece de nós uma reflexão, não só sobre o que disseram mas também do que fizeram. 1. "Não fazemos bem". Esta declaração nos leva a pensar que, enquanto estamos preocupados com tantas coisas na Igreja (ainda que boas), precisamos pensar nos que estão lá fora perecendo sem salvação. Eles estavam fazendo uma coisa boa: comendo as melhores comidas e guardando "tesouros" para preservar o seu futuro. Porém, o Espírito os despertou para algo mais sublime e urgente: socorrer aqueles que bem próximo deles estavam desesperadamente necessitados.
Amigos, pensem nisso e reflitam. Fazer missões é a prioridade da Igreja, ainda hoje...
(Continua)

:: Escrito por Pr. Ivo Constancio, às 17h07.

:: Envie esta mensagem



REFLEXÃO

O PODER DA PALAVRA - Mateus 8.8; Provérbios 4.20
A Bíblia nos fala de um Centurião Romano que, condoendo-se do seu criado que estava enfermo,  pediu a Jesus para curá-lo; quando Jesus se dispôs a ir em sua casa, ele reagiu dizendo: "Senhor, eu não sou digno que entre em minha casa, diga apenas "UMA PALAVRA" e meu criado ficará "CURADO". O Poder da Palavra de Deus! Leia esta estória e confira:

"O CHAVEIRO QUE SALVOU UMA VIDA
Tive conhecimento de uma moça que trabalha no serviço público, cuja chefe estava aniversariando. Ela sentiu vontade de dar-lhe um chaveiro com uma mensagem bíblica muito profunda e anexou um cartão com um "Feliz Aniversário!" Hesitou muito em entregar o presente, pois temia que não lhe agradasse receber um chaveiro com mensagem como lembrança de aniversário. Enfim, enviou o chaveiro contendo a seguinte mensagem: "O Senhor vê todas as coisas". Quando recebeu o presente, sua chefe a chamou e agradeceu-lhe dizendo: "Como você sabia?" A moça pensou, mas não conseguiu saber sobre o que ela estaria falando. Então disse: "Sobre o quê eu sabia?" "Ora, sabia que eu estava grávida!", foi a resposta da mulher. E a moça disse: "Eu não sabia de nada!" Então, sua chefe explicou: "Eu estava planejando fazer um aborto, porém o chaveiro que você enviou com aquela mensagem mudou tudo. Desisti imediatamente".
(Transcrito de um calendário)

:: Escrito por Pr. Ivo Constancio, às 07h36.

:: Envie esta mensagem